Um pouco de história

A Sociedade de Instrução e Recreio de Carreço foi fundada em 1903, herdeira da CARREÇO "Troupe Musical 1.º de Agosto", tornou-se na 1903 primeira instituição de cultura de Carreço por um grupo de ilustres carrecense amantes do convívio, da arte e do associativismo popular.

 

Ao longo da sua existência, foi sempre um espaço de forte dinamização cultural e cívica. Satisfez necessidades educativas, artísticas e desportivas dos seus associados. O seu contributo para o incremento da arte poética e dramática pode avaliar-se pelos seus colaboradores atuais e de outras eras que emergiram ou aqui se afirmaram: Francisco Pires Zinão (Poeta popular); Ruben A. Leitão (Escritor); Cidália Afonso da Silva (Poetisa); Manuel Enes Pereira (Compositor, intérprete, escritor e encenador); Pedro Homem de Melo (Poeta, professor e folclorista português.)

Bem haja todos aqueles que de certa forma colaboraram ao longo da sua existência para que, este lugar de cultura e lazer seja ainda uma realidade e convidamos a todos os interessados, amantes da cultura para nos visitarem e quem sabe fazer parte desta família.

 

A Direção

Hoje, a SIRC continua a ser alfobre de novos talentos. Não só no teatro, mas também nas diversas secções em funcionamento com a imprescindível colaboração de voluntários e colaboradores diplomados.

 

Atualmente a SIRC pretende preservar e divulgar o património cultural de Carreço com o apoio de atividades de informação, lazer e aprendizagem associada a dinamização social geradora de laços de associativismos e de vivência em comunidade.